Corte a lase de chapas SP
Arcelor.png
CSN.jpg

Corte a Laser em Chapas de Aço em SP

Executamos serviços de corte a laser em chapas de aço em SP desde 2003. Estamos localizados na região de Santo Amaro, mais precisamente no Socorro.

 

Nossa máquina de corte a laser,  possui alta tecnologia, equipamento do fabricante Mazak - Japão, executa corte de chapas e peças de 0.5 a 15mm em quaisquer chapas de aço carbono e aço inox, quaisquer ligas.

 

A precisão do corte é de 0,1mm e nosso programa de nesting permite o melhor aproveitamento das chapas cortadas, garantindo custo reduzido no processo de fabricação.

 

Para atender nossos clientes com a melhor qualidade, nosso equipamento sempre é submetido a manutenções periódicas, garantindo sempre a máxima efiência no processo executado.

 

As chapas metálicas que utilizamos contém certificado de qualidade e procedência junto aos maiores distribuidores de aço do país. 

 

Estamos em fase de implantação da ISO9001 para garantir que processos de trabalho sejam executados de forma rigorosa, sem margem para erros.

 

Todo este trabalhado é realizado para garantir o melhor resultado nos serviços e produtos que fabricamos para nossos clientes.

 

 

O que é tecnologia de corte a laser?

O corte a laser usa um feixe de alta potência para cortar material com base em parâmetros controlados por computador. À medida que o laser guia seu feixe ao longo do material, tudo em seu caminho direto é vaporizado, queimado ou derretido. Um dos benefícios da tecnologia de corte a laser é que o produto de corte laser em chapas raramente precisa de qualquer trabalho de acabamento, pois esse processo garante um acabamento superficial de alta qualidade. A tecnologia de corte a laser vem em dois formatos: sistemas de pórtico e galvanômetro. Os sistemas de cavalete posicionam o laser perpendicularmente ao material e a máquina direciona fisicamente o feixe sobre sua superfície. Como o pórtico é o mais lento dos dois sistemas, os fabricantes costumam usá-lo para produzir protótipos. Em contraste, os sistemas de galvanômetros usam ângulos espelhados para reposicionar o feixe de laser e podem cortar até 30 metros por minuto. Fabricadores comumente usam sistemas de galvanômetros para trabalhos de produção completos.

 

Mecânica Básica da Tecnologia de Corte a Laser

 

A máquina a laser usa técnicas de estimulação e amplificação para converter energia elétrica em um feixe de luz de alta densidade. A estimulação ocorre quando os elétrons são excitados por uma fonte externa, geralmente uma lâmpada de flash ou arco elétrico. A amplificação ocorre dentro do ressonador óptico em uma cavidade que é definida entre dois espelhos. Um espelho é reflexivo, enquanto o outro espelho é parcialmente transmissivo, permitindo que a energia do feixe retorne ao meio de laser onde estimula mais emissões. Se um fóton não estiver alinhado com o ressonador, os espelhos não o redirecionarão. Isso garante que apenas os fótons adequadamente orientados sejam amplificados, criando assim um feixe coerente.

 

Propriedades da luz laser

 

A tecnologia de luz laser possui várias propriedades únicas e quantificadas. Suas propriedades ópticas incluem coerência, monocromática, difração e radiância. Coerência refere-se à relação entre componentes magnéticos e eletrônicos da onda eletromagnética. O laser é considerado "coerente" quando os componentes magnéticos e eletrônicos estão alinhados. A monocromaticidade é determinada pela medição da largura da linha espectral. Quanto maior o nível de monocromática, menor a faixa de freqüências que o laser pode emitir. A difração é o processo pelo qual a luz se dobra ao redor de superfícies afiadas. Os raios laser são minimamente difractados, o que significa que perdem muito pouco da sua intensidade à distância. A radiância do feixe de laser é a quantidade de energia por unidade de área emitida em um dado ângulo sólido. O brilho não pode ser aumentado pela manipulação óptica porque é influenciado pelo design da cavidade do laser.

 

O que está envolvido na configuração de corte a laser?

 

O processo de configuração é relativamente simples e eficiente. Equipamentos mais sofisticados podem corrigir automaticamente qualquer arquivo de formato de troca de desenhos importado (DXF) ou .dwg (“desenho”) para obter os resultados desejados. Novos sistemas de corte a laser podem até mesmo simular um trabalho, dando aos operadores uma idéia de quanto tempo o processo levará ao armazenar as configurações, o que pode ser recuperado mais tarde, para tempos de troca ainda mais rápidos